Consultoria Financeira: O que é, para que serve e por que fazer

Saiba como Funciona a Consultoria Financeira

A consultoria financeira é uma medida de ação prática e preventiva importante para qualquer negócio, mas, você entende sua atuação?

Mesmo seu nome transparecendo para o que está se aplica, sua relevância é muito pouco compreendida. Uma vez que, além de necessário, suas aplicações são amplas.

Então, seja com o objetivo principal de controle de finanças pessoais ou de sua empresa, Você então perceberá que toda e qualquer ajuda ou conselho financeiro será sempre bem-vindo.

A consultoria financeira abrange muitas áreas e com ela é possível que seus rendimentos cresçam significativamente sem ser tão difícil quanto parece.

Por isso preparamos este artigo, para que você compreenda e saiba que este conteúdo está no alcance de todos aqueles que desejam aprender mais a como se sair melhor no seu planejamento financeiro.

Dessa forma, abordaremos aqui o que é, como a consultoria funciona, qual é a sua importância e qual é a sua vantagem principal.

Serviço de redução de custos - Souf Consultoria Financeira em Redução de Custos e Despesas

Consultoria financeira, o Que é?

Todos sabem que a tarefa de cuidar do dinheiro, seja ele de qual fonte for, é algo complexo de se fazer. Isso porque geralmente a relação com o dinheiro envolve muita responsabilidade.

Ainda que você seja especializado e tenha conhecimento em muitas áreas, quando se trata de dinheiro, uma cautela maior sempre surge e a dúvida do que fazer com ele, de maneira correta, também.

Isso fez com que a área de consultoria financeira crescesse bastante nos últimos anos.

Pois elas têm a função de planejar, analisar e estabelecer estratégias financeiras tanto para pessoas quanto para empresas.

A palavra consultoria vem do termo “receber conselhos de”, dessa forma, a função do consultor é identificar um problema e estabelecer uma solução de modo que os resultados cresçam.

Uma das melhores vantagens de poder ser assessorado por uma consultoria financeira profissionalmente, é que o papel do consultor é agir sem que se tenha uma divergência de interesses, objetivos ou lucratividade em comissões.

Portanto, estes seguem no trabalho de atuar com base nas vontades pessoais e momentos da vida de cada cliente.

Pode-se dizer então que a consultoria financeira tem três locais de atuação.

E são eles o pessoal, de investimentos e o empresarial.

Consultoria financeira pessoal:

A consultoria financeira de cunho pessoal, é aquele destinada tanto a indivíduos quanto a uma família. Neste âmbito, o profissional tem como objetivo uma consultoria em redução de custos através da:

  • Avaliação da atual situação de seu(s) cliente(s);
  • Organização de suas finanças;
  • Mapeamento de estratégias para o alcance de seus objetivos.

Dessa forma, o consultor financeiro está sempre em busca de novas estratégias que estejam paralelas a situação de vida do seu cliente.

Para então que as estratégias do planejamento financeiro deem certo, é preciso que o consultor trabalhe em seis áreas diferentes.

A primeira é a gestão financeira.

É nesta fase inicial que são traçadas todas as informações sobre a finança do cliente e é aqui que as estratégias são definidas.

A segunda fase é então, concentrada na gestão dos investimentos pessoais.

Neste ponto, o consultor identificará de acordo com as metas e realidade atual do cliente, formas mais assertivos de usar seu capital.

A parte três foca em criar um plano de aposentadoria no qual, serão discutidas e implementadas metas para alcance de seu propósito e liberdade financeira.

Em seguida, temos a parte quatro que é a responsável por desenvolver um planejamento sucessório.

Nesta fase, a consultoria tratará de questões como a criação de reserva de emergência. Bem como, cuidará de todos os processos relativos à instituição de um herança aos familiares do cliente, segundo suas recomendações.

A quinta parte do planejamento se dá pelo planejamento tributário. Nessa parte são avaliados todos os abalos que as taxas de impostos fizeram nas finanças do cliente.

Aqui tudo pode ser melhorado de acordo com as leis pré estabelecidas.

Por último, se concentra a fase de gestão de riscos.

Essa parte é muito importante para gerar toda a análise da vida financeira do cliente e mostrá-lo os riscos aos quais ele está sendo exposto.

Consultoria financeira empresarial:

A consultoria voltada a empresas, é aquela na qual, os profissionais devem:

  • Avaliar a atual situação financeira do negócio;
  • Realizar uma análise SWOT;
  • Identificar e mapear oportunidades;
  • Desenvolver um plano estratégico para sua recuperação e crescimento.

A consultoria financeira também age em seis áreas. A primeira foca no planejamento estratégico financeiro.

Aqui, o principal foco é fazer o diagnóstico de toda a situação financeira do empreendimento. E a partir daí, as metas são definidas. Principalmente, as práticas para reduzir custos na empresa.

Então, analise centros de custo e unidades de negócios para entender sua respectiva rentabilidade e prever o futuro da empresa são feitas.

Em resumo, com esse plano, as empresas podem se organizar para aumentar seu valor.

A parte dois é a valuation. Isso significa que essa parte se concentra na combinação de estrutura para que seja estabelecido o valor total de uma empresa, caso futuramente, ela tenha que ser vendida.

Depois, na parte três, se encontra as análises de viabilidade. Esse, é um estudo feito para que a mensuração e definição de novos negócios para as empresas e sua possibilidade de realização possam ser estruturados.

Então, fatores como:

  • Orçamentos;
  • Projeções do fluxo de caixa;
  • TIR (taxa interna de retorno);
  • Preços os produtos e/ou serviços;
  • Cálculo de payback.

São todos muito trabalhados. A parte quatro se destina às consultorias financeiras e administrativas.

Sendo assim, faz clara referência à administração dos recursos da empresa onde sua principal atuação se dá da prática de redução de custos operacionais.

Além disso, ainda apontam as direções de capital de giro e a repartição de lucro e infraestrutura de capital.

A parte cinco se destaca pela reestruturação.

Com propostas de melhoria no setor administrativo, financeiro, tributário e entre outros, essa parte busca encurtar o peso de trabalho da direção e facilita também na rotina trabalhista.

A parte seis tem foco nas aplicações de finanças e tesouraria.

Então, esse setor se destina na identificação de melhoria nas opções de investimentos para os recursos da empresa.

Além disso, realiza também o comando desses recursos por entre o controle diário de investimentos e resgates para que se tenha as melhores vias, taxas de remuneração e produtos de investimentos.

Consultoria de investimentos:

Por último, a consultoria de investimentos foca na procura dos melhores investimentos e no retorno de lucro para o fundo do seu cliente.

Independentemente de ser empresarial ou pessoal. Desse modo, ela atua na gestão e administração dos investimentos, visando o aumento da lucratividade enquanto reduz seus possíveis custos.

A consultoria se destina também, as ações de olhar crítico em constante observância da macroeconomia, na busca de possibilidades favoráveis a quem serve.

Para que tudo isso seja possível, o profissional deve traçar o perfil de investidor de seu cliente. Uma vez que, através dele descobre-se sua suscetibilidade a riscos.

De modo que a consultoria seja assertiva na hora de traçar estratégias que considerem seu perfil, objetivos e realidade financeira.

Por que a consultoria financeira é tão importante?

O sucesso de um negócio, é algo que depende de diversos fatores. Sendo o planejamento e tomada de ações assertivas, os dois mais importantes.

Então, a consultoria financeira é demasiadamente importante pois ela muda o modo como uma empresa ou uma pessoa administra seu dinheiro.

Tudo isso de forma organizada e otimizando seus recursos de maneira que as suas investidas aumentem em questão de ser rentável.

Dessa forma, é possível saber para onde a empresa está indo e dependendo de qual seja a resposta, mudar o rumo enquanto há tempo.

De forma geral, a consultoria tem como foco, ajudar na organização de bens e valores em um período determinado.

Então, o trabalho de uma consultoria sempre tende ser personalizado de acordo com cada cliente.

A profissão do consultor pode ser comparada à de uma profissional da medicina que ao invés da saúde humana, cuidará da saúde financeira.

Sendo assim, a profissão exige um vasto conhecimento de finanças, pois esse conhecimento agirá de forma necessária a preparar uma estratégia de ação que possibilite que a pessoa ou a empresa, chegue em seus objetivos.

Então, uma vez que você necessite do trabalho de um acompanhamento financeiro, você precisará do consultor para monitorar os seus resultados e não deixar que eles se percam.

É de extrema importância que a consultoria financeira seja feita enquanto ainda não há um problema maior, de modo que ela irá prevenir que esse mal chegue.

Muitas pessoas acham que conseguem lidar com a estrutura do seu negócio e com sua vida financeira, quando, na verdade, a falta de conhecimento que um profissional tem, pode levar essa pessoa a cometer erros que podem ser gravíssimos para a saúde financeira.

A consultoria então se antecipa a qualquer tipo de problema e arruma novas maneiras de resolver os problemas existentes de forma eficiente.

Sendo assim, sua maior vantagem é auxiliar nas tomadas de decisões certeiras de qualquer investimento, desse modo, se caracteriza como um ótimo investimento e extremamente essencial.

Vantagens oferecidas pelo serviço de consultoria

A consultoria financeira é muito requisitada principalmente por parte das empresas. Pois essas, necessitam de um auxílio melhor em suas organizações.

Existem inúmeros tipos de consultoria financeira além disso, muitos profissionais se dedicam a uma determinada área só para ter maior conhecimento sobre situações específicas.

Sendo assim, vamos citar umas das vantagens de contratar o serviço de consultoria e o porquê você deve tê-lo.

1. Informações objetivas

Um profissional financeiro, age com maior prioridade para achar um plano ou então um produto que seja benéfico na vida de seu cliente de acordo com tudo que lhe foi passado, tendo em vista os objetivos e o nível de riscos nos quais cliente e consultor estão dispostos a assumires.

Dessa forma, um consultor sabe que o seu sucesso pessoal anda junto com o sucesso obtido pelo seu cliente e que então, sua maior satisfação é ver o seu cliente contente.

Sendo assim, tudo a respeito de uma informação clara, vai ser passado ao cliente.

Outra vantagem de ter uma assessoria sempre por perto, é de você sempre conseguir uma análise cheia de informações precisas das alternativas que existem na análise de mercado.

Isso irá ter influência em um bom negócio ou compra de um produto financeiro.

2. Análise abrangente na situação financeira

Se concentrar apenas no investimento não é uma atitude de um bom consultor.

Um bom consultor na verdade, se concentra em prestar uma análise de toda a situação financeira de forma vasta e se concentrando aos fatores como a situação familiar, as receitas e gastos e as expectativas de investimentos futuros.

Assim, não basta apenas escolher um negócio e então fazer o investimento nele.

3. Facilidade no planejamento de tributos

Para o investidor de ideias, a assessoria financeira tem várias estratégias e conselhos para um planejamento tributário engenhoso, que lhe possibilita executar a lei.

Ao mesmo tempo, usufruir dos benefícios fiscais presentes para que sejam minimizados os pagamentos de impostos, conseguindo então, ter um lucro maior.

4. Evita erros

O acesso à informação e conhecimento técnico, não são os únicos dependentes para obter sucesso no campo das finanças.

Uma mentalidade que seja objetiva, possuir processos alinhados e monitoramento contínuo dos investimentos também acabam influenciando para o sucesso.

Dessa forma, a consultoria de finanças se faz responsável por todas essas coisas e muitas outras, nos quais sempre priorizam cuidar dos interesses dos clientes.

As opiniões dos clientes geralmente são baseadas pelo que eles veem circulando na mídia ou então por palpites de pessoas próximas, o que se caracteriza um erro grave.

Isso porque os investimentos precisam ser planejados com base em alvos específicos e, de preferência, de acordo com a situação individual de cada pessoa.

O valor de seus ativos, seus gastos, custódia de tributos, condições econômicas, entre tantas outras, são variáveis nas quais determinam que um investimento obtenha o sucesso ou então o seu fracasso.

5. Metas financeiras atingidas

Conhecendo os objetivos que o cliente deseja, um consultor pode auxiliá-lo no planejamento de ideias para redução de custos na empresa, aumento da produtividade e para que suas metas sejam alcançadas.

Ainda, ficam responsáveis por todo aconselhamento e monitoramento da implementação do projeto, junto com a tomada de decisões pertinentes à melhora.

Um trabalho inestimável que traz inúmeros benefícios, é extremamente importante em qualquer setor onde a busca pelo acompanhamento das finanças seja necessária.

Benefícios da consultoria financeira na gestão de negócios

A consultoria financeira é responsável por gerar melhorias na gestão e administração empresarial, com foco nas finanças, algo obtido através de seus principais ações que são:

  • Reconhecimento financeiro: uma ação que visa analisar o histórico do fluxo de caixa, custos e lucros do negócio a fim de descrever sua situação financeira nos dias atuais;
  • Gestão e planejamento: a consultoria financeira visa gerar melhorias cotidianas com implementação de métricas e indicadores de desempenho financeiro. Do mesmo modo que, com base neste e em outras informações, traça previsões que auxiliam na tomada de ações estratégicas com foco no desenvolvimento futuro;
  • Precificação: além disso, ela serve ainda para mapear todos os custos de demais fatores econômico-financeiros que interferem no valor justo de produtos e/ou serviços;
  • Gerenciamento de custos: uma ação de constante análise dos custos gerados pelo negócio e busca de suas possíveis melhorias, para redução de erros e falhas que elevam os gastos da empresa;
  • Avaliações de riscos: uma análise feita para identificar a viabilidade financeira empresarial para realização de investimentos. Para isso, o consultor considera o possível ROI e o cenário atual do mercado financeiro;
  • Valuation: estimativa feita em uma empresa através de pesquisas a fim de identificar o quanto ela poderá gerar de caixa futuramente;
  • Auditoria: é a ação acompanhamento e revisão das finanças, através de seus registros, operações, transações, etc.

Desse modo, a seguir, confira seus principais benefícios.

1. Planejamento assertivo:

Outra vantagem da contratação de um serviço de consultoria financeira é que você pode considerar a situação financeira da empresa e desenvolver um plano financeiro seguro e eficaz.

Por exemplo, se uma empresa deseja investir em um projeto, pode realizar uma análise econômica de acordo com o planejamento para verificar a viabilidade do projeto, o que ajuda a empresa a visualizar seus recursos de desempenho.

2. Custos reduzidos:

A possibilidade de redução de custos em empresas diretamente nas operações é um dos fatores que mais levam a busca por este serviço.

Pois ao cuidar do financeiro minunciosamente, você poderá mapear oportunidades de como reduzir custos que muitas vezes nem são necessários.

Isso ocorre porque contratar um consultor pode ser mais acessível do que contratar profissionais específicos para todo o setor financeiro.

As despesas de profissionais fixos incluem salários, mão-de-obra, alimentação e passagens, e outras despesas.

3. Alcance rápido de resultados:

Ao contrário dos profissionais de um negócio, que podem ter outras vantagens específicas além das quais ele já trabalha, um consultor financeiro trabalha especificamente com o foco nos seus resultados.

Dessa forma, ele pode colaborar para que as mudanças realmente aconteçam.

Além disso, o consultor concluirá o trabalho dentro do prazo para garantir resultados rápidos.

Análise Gratuita de Consultoria em Redução de Custos - Souf Consultoria Financeira

Conclusão

Por fim, vimos o quanto a consultoria financeira é importante para que a vida financeira de todos seja mais organizada e bem elaborada.

Através de análises, pesquisas e resultados, é possível corrigir erros, montar estratégias e monitorar o desenvolvimento de um negócio constantemente.

É preciso lembrar que a contratação de um profissional de finanças não é só necessária quando a empresa se encontra em dificuldades mas, sim, muito antes disso acontecer.

Nos conte o que você achou deste conteúdo nos comentários e aproveite para conhecer os serviços prestados pelo nossa empresa!

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Vamos falar sobre seu negócio?

Clique abaixo para conversarmos.

×