Quanto tempo dura uma consultoria financeira? Como reduzir custos de forma rápida e eficaz.

Se existe algo que, tanto os empresários, como o departamento financeiro, não gostam é a perda de tempo. O fato é que, no mundo dos negócios, não é exagero afirmar que o tempo despendido com um assunto deixa várias outras decisões a serem tomadas na mesa.

E neste cenário é importante que o trabalho de uma consultoria financeira não se torne um problema nas dinâmicas do negócio. Então, afinal, quanto tempo demora uma consultoria financeira? É possível tornar este processo rápido e eficaz?

Vamos responder estas perguntas neste artigo, e você terá mais facilidade para tomar a decisão que melhor couber para o seu negócio.


A resposta está em olhar para dentro

O grande e principal ponto que devemos abordar com relação à agilidade de uma consultoria financeira está em olhar para nossas próprias metodologias de trabalho e na nossa organização.

O fato é que uma consultoria, à depender de sua abordagem, vai precisar especialmente de agilidade de informações, portanto quanto mais munida de informações confiáveis, e quanto mais organizado estiver o modelo de gestão e de números, mais rápido se torna o processo de consultoria financeira.

Quando o trabalho da consultoria é desviado do trabalho analítico e investigativo, para se tornar um trabalho de reunião e consolidação de dados, o atraso e demora se tornam naturais. Então o simples fato da empresa ter os seus controles, dados e informações bem atualizados e confiáveis naturalmente torna o trabalho de uma consultoria mais ágil.

Caso a sua situação seja de baixa fiabilidade de números, à depender da consultoria, não haverá problemas em fazer este trabalho – tudo depende do acordo de prestação de serviços que for firmado.

A intervenção nas dinâmicas do negócio

Quando pensamos no trabalho de uma consultoria interna atuando no negócio, a primeira visão que temos é de que será preciso encontrar tempo e disponibilizar pessoas para fazer o trabalho acontecer.

O fato é que algumas consultorias financeiras podem ter este tipo de demanda dedicada de sua equipe, e realmente interferir no andamento das suas dinâmicas internas.

Nem sempre é o melhor cenário, mas pode ser o caminho necessário. Existem também casos de consultorias, como a SOUF, que disponibilizam um consultor para atuar dentro do negócio, e então a atuação do pessoal da empresa contratante se torna menos intenso.

No modelo da SOUF, a demanda requisitada dos profissionais internos envolvidos é mínima e programada, justamente para interferir da menor forma possível no funcionamento do negócio. Então se torna bastante possível que o trabalho seja ágil.

Além disso, existem diferenças de velocidade considerando o modelo de atuação das consultorias.

Os modelos tradicionais requisitam o pagamento dos serviços para execução do trabalho consultivo – o que deixa a situação da consultoria mais confortável.

No modelo de trabalho da SOUF, por exemplo, que é o chamado consultoria
autofinanciável, o pagamento da consultoria é feito apenas com parte do resultado de economia obtido com o trabalho.

Este modelo torna a consultoria mais ágil e dedicada, favorecendo um trabalho mais rápido e pontual – sem muitos “vai e vens”.

Percebe como é possível tornar o trabalho da consultoria financeira mais rápido? Este é um modelo que faz sentido para a sua empresa?

 

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Vamos falar sobre seu negócio?

Clique abaixo para conversarmos.

×