Fluxo de caixa, entenda porque ele é capaz de definir o sucesso de sua empresa!

Um objetivo em comum, compartilhado por todas as empresas, independente de seu porte, país ou área de atuação, é o de auferir lucro. No caminho para que tal objetivo seja alcançado, o fluxo de caixa é uma ferramenta fundamental.

Sem um controle eficaz de entradas, e saídas, de capital do caixa da empresa, é impossível conhecer sua situação financeira, o que inviabiliza qualquer tipo de estratégia de atuação. Portanto, se a gestão de caixa não for devidamente realizada, as chances do negócio ser bem-sucedido são mínimas.

Leia o artigo e descubra porque o fluxo de caixa está diretamente relacionado ao desempenho de uma empresa!

Fluxo de caixa, o que é?

Todos os dias, a operação de uma empresa gera diversas movimentações em seu caixa. Seja recebendo recursos, por vender algum produto ou serviço, ou gastando recursos, no momento de pagar alguma despesa.

O conjunto de todas essas movimentações financeiras é o que chamamos de fluxo de caixa. A partir dele é possível conhecer a verdadeira situação em que o negócio se encontra.

Isso ocorre porque, por meio dos dados apurados estudando o fluxo de caixa, é possível mensurar o faturamento futuro da empresa e fazer comparações entre ele e suas despesas, o que possibilita a redução de custos e aumento de seu faturamento.

Qual a importância do fluxo de caixa?

Embora a análise de entradas e saídas, do caixa de uma empresa, seja considerada uma das estratégias mais simples de gestão, sua eficácia é inegável. Tal desempenho se deve ao fato de que as visualizações de movimentações financeiras funcionam como um raio x de sua saúde financeira.

Observando a quantidade de capital que entra no caixa da empresa, e a comparando com o montante que costuma ser gasto, é possível avaliar se ela tem, ou não, reservas financeiras.

A partir dessas informações, o empresário pode verificar se seus recursos são o bastante para financiar novos investimentos, por exemplo, ou se ele precisa buscar crédito para financiar sua operação em um determinado período.

Os dados auferidos por meio da análise do fluxo de caixa também abrem espaço para que o gestor visualize em quais épocas do ano seu serviço tem mais demanda, pelo aumento de entradas de capital. Também é possível verificar se algum setor tem tido gastos anormais, observando as despesas totais.

Portanto, o fluxo de caixa é uma ferramenta que permite ao gestor de uma empresa ter uma visão realista sobre ela, de modo que seu controle sobre o negócio é otimizado. Tal situação abre espaço para que estratégias para redução de custos e aumento de faturamento sejam adotadas mais facilmente e de forma mais efetiva.

Como controlar o fluxo de caixa da empresa?

Como o fluxo de caixa nada mais é do que o conjunto das movimentações financeiras de uma empresa, sua análise depende de um registro preciso de cada uma delas.

Se as informações registradas a respeito do faturamento estiverem incorretas, ou mesmo incompletas, a apuração do fluxo de caixa não será precisa, o que pode causar diversas decisões ruins e prejudiciais a empresa.

Portanto, é fundamental que nenhuma movimentação financeira deixe de ser registrada. Um cuidado especial deve ser tomado com os chamados custos ocultos, gastos que muitas vezes passam despercebidos e afetam o caixa da empresa.

O fluxo de caixa é fundamental para a gestão de uma empresa, por meio dele o gestor tem a possibilidade de planejar investimentos, adotar medidas para auferir a redução de custos e assim tornar sua empresa mais lucrativa.

Existem, porém, outras estratégias essenciais para otimizar a rentabilidade de um negócio. Leia este artigo e descubra como aumentar o faturamento de sua empresa!

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Vamos falar sobre seu negócio?

Clique abaixo para conversarmos.

×