Conheça, e evite, 4 atitudes que podem levar sua empresa a falência!

Não é um exagero alegar que o maior pesadelo, de todo o empreendedor, é levar sua empresa a falência. Para que tal evento não ocorra, existem diversas estratégias, tanto de redução de custos quanto de aumento de faturamento, que podem ser adotadas.

É preciso considerar, porém, que tão importante quanto conhecer as boas práticas é compreender e evitar as ações que prejudicam o negócio, reduzindo suas chances de sucesso.

Portanto, continue a leitura e descubra 4 atitudes que podem levar sua empresa a falência.

1. Elaborar um plano de negócios ineficiente

Para que um determinado objetivo seja alcançado é necessário que o caminho até ele seja definido. Para que uma empresa de fato apresente resultados, seus controladores devem conhecer a fundo o mercado e se preparar para ele.

Sem tal conhecimento, é impossível que as estratégias utilizadas produzam os frutos que se não necessários.

Por esse motivo, antes de qualquer coisa, o empresário precisa ter a certeza de que é capaz de prestar um serviço de qualidade, e que a região em que ele deseja atuar realmente precisa de tais serviços, ou produtos.

Além disso, é fundamental que ele conheça seus principais concorrentes e tenha um projeto realista para concorrer com eles. Tomando esses cuidados, o empresário reduz significativamente as chances de levar sua empresa a falência.

2. Menosprezar o marketing

Prestar um serviço excelente, ou fornecer um produto de alta qualidade, é fundamental para uma empresa. Seu bom trabalho pode até mesmo se tornar um de seus diferenciais, a colocando na frente de seus concorrentes.

A grande questão é que, por melhor que seja um produto, essa qualidade não fará a menor diferença para o cliente se ele não a conhecer. Por esse motivo o marketing é fundamental, porque, sem ele, a tarefa de alcançar os consumidores se torna muito mais árdua.

Uma estratégia de marketing verdadeiramente eficiente trabalha a imagem do negócio, de modo que ela se torna agradável ao cliente. Se o trabalho for de fato bem feito, é possível construir uma relação com os consumidores, criando assim um “público fiel’ para produtos e serviços.

Levando esses fatos em consideração, é fácil presumir que, assim como o investimento em estratégias para redução de custos e aumento de faturamento, as estratégias de marketing devem ser estudadas e aplicadas.

3. Não valorizar colaboradores

A gestão da companhia é de suma importância mas, sem os colaboradores que colocam em prática as estratégias elaboradas por ela, a empresa simplesmente não funciona.

Os colaboradores, capacitados e engajados na busca dos interesses da empresa, também são vitais e devem ser valorizados. Afinal, é praticamente impossível que uma empresa se torne produtiva sem um trabalho eficiente de seus funcionários.

Portanto, é importante adotar medidas que fidelizem os colabores, fazendo do local de trabalho mais agradável, e garantindo que seus direitos sejam respeitados. Tais cuidados evitam a fuga de talentos, que podem ser considerados ativos do negócio.

4. Desconsiderar a gestão de despesas

Um erro grave, que é cometido repetidamente por diversas empresas, é o de negligenciar a gestão de despesas. Desconsiderando totalmente o impacto de pequenos custos, não são poucos os empresários que os deixam de lado, uma atitude que diminui de forma impactante suas receitas.

A questão é que, por mais que um gasto aparente ser pequeno, quando ele se acumula a outras despesas, se torna relevante. Além disso, uma vez que algumas despesas não são facilmente identificadas, é provável que o empresário tenha gastos que nem conhece.

O caminho para eliminar esse problema, que pode levar sua empresa a falência, e a implementação de um mapeamento de despesas, a partir dele, se faz possível elaborar estratégias para redução de custos.

A tarefa de gerir um negócio é complexa, ela exige cuidado e a adoção de um estudo constante de mercado. Evitando os erros foram apontados no artigo, as chances de que a gestão se torne bem sucedida são otimizadas.

Um dos meios de evitar levar sua empresa a falência é administrar de forma ineficiente seu caixa. Leia este artigo e descubra porque o fluxo de caixa é capaz de definir o sucesso de seu negócio!

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Vamos falar sobre seu negócio?

Clique abaixo para conversarmos.

×